Apoiadora do Mulheres que Transformam Mais, Renata Fernandes trabalhou por 12 anos como fisioterapeuta, sua área de formação. Após entrar no ramo de eventos, no entanto, não saiu mais. Criadora dos blogs Casando Assim e Nascendo Assim, Renata se orgulha dos 130 mil seguidores alcançados em 4 anos de trabalho. Além de organizar e produzir eventos, ela também trabalha com gestão de redes sociais e assessoria.

(Foto: reprodução)

Nessa entrevista, além de contar um pouco sobre a própria trajetória, ela também comenta quais são as expectativas para a próxima edição do Mulheres que Transformam Mais, que vai acontecer no dia 26/09, e dá algumas dicas para empreendedoras iniciantes.

Como foi a sua trajetória profissional?

Formada em fisioterapia, após 12 anos atuando na área, entrei no ramo de eventos, criei o blog Casando Assim e – após a gravidez – o Nascendo Assim, voltado para empreendedorismo materno. Hoje, após 4 anos nessa trajetória, temos mais de 130 mil seguidores, juntando as redes sociais dos dois blogs. Atualmente a empresa trabalha com assessoria, gestão de redes sociais e, claro, continuamos produzindo e organizando eventos para fornecedores do ramo de festas (casamento e infantil), além dos encontros mensais voltados para mães empreendedoras.

(Foto: reprodução)

Quais são as expectativas para a próxima edição do Mulheres que Transformam Mais?

Minhas expectativas para o Mulheres que Transformam Mais são as melhores, nunca vi uma proposta tão brilhante para esse tipo de evento. Uma mega produção, os organizadores absurdamente capacitados, a escolha das palestras e a oportunidade que os participantes terão nesse evento será única. Todas as mulheres empreendedoras deveriam comparecer, afinal, somos realmente mulheres que transformam.

Que conselhos daria para as empreendedoras iniciantes?

Planejamento, foco e persistência. Com esses três ingredientes, a semente do empreendedorismo dará frutos.

 

Maíra Ferreira é formada em Letras pela UFRJ, mestranda em Teoria Literária pela mesma instituição e atua como revisora e editora da Utilità. Publicou seu primeiro livro de poemas – denominado A primeira morte – pela Oficina Raquel e edita a revista digital Oceânica, focada na publicação da poesia produzida por mulheres. Posta looks plus size no Instagram (@mairacomacento) e também escreve sobre relacionamentos, feminismo e vida em seu blog: http://mairacomacento.com.br


Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *